Slide Background
Slide Background
Slide Background
DR Modas
previous arrowprevious arrow
next arrownext arrow
Carga, ou execução? Qual o mais importante fator para hipertrofia?
Afinal, para obter melhores resultados, devemos aumentar a carga, o número de repetições, ou otimizar o movimento? Abordaremos o assunto neste post, esclarecendo esta dúvida tão comum entre os praticantes de musculação!

Fala aí pessoal!

A medida em que vamos evoluindo em nossos treinos de hipertrofia, costumamos realizar a modificação do estímulo muscular para obter melhor aproveitamento e desempenho em cada série, recrutando o músculo até seu desenvolvimento hipertrófico. Correlacionamos número de repetições, carga a métodos distintos como pirâmide, bi-set, tri-set, circuito, entre outros, para estímulos mais eficazes para o aumento de massa muscular.  

Cada um dos métodos citados, por mais que possuam suas características únicas, quantidade de séries, carga atribuída e o método de realização correto. Uma escolha exagerada na proporção do peso, pode prejudicar a execução do treino ou seu resultado final, o que gera dúvidas em praticantes dos mais diferenciados níveis de experiência. Afinal, qual o peso devemos atribuir ao treino? E sua execução, concentrada em certos tipos de exercício, pode acelerar o ganho de massa? 

Primeiramente, devemos compreender que para cada estímulo (e objetivo a ser alcançado), seu corpo corresponde de uma forma distinta. No caso de treinos de resistência muscular (alguns chegam a superar 20 - 30 repetições por série), prioriza-se uma carga relativamente baixa, com número de séries elevado, fazendo com que seu músculo receba um estímulo contínuo, gerando assim uma otimização na resistência muscular como resultado. No caso de treinos de força, pouquíssimas repetições são realizadas sob uma carga elevadíssima, recrutando o desempenho muscular total, obtendo como consequência desta "explosão", um acréscimo de força muscular.

A hipertrofia está justamente inserida entre estes dois estímulos extremos. O ganho de massa magra está associado a um equilíbrio correto entre carga e repetições realizadas, até a obtenção da falha muscular. Esta, é de fundamental obtenção, pois trata-se de uma mensagem corporal, alegando que seu músculo foi recrutado até seu limite. Especialistas e pesquisas realizadas no mundo todo alegam que o número de referência ideal para obtenção de hipertrofia seria uma carga ideal para que o praticante consiga realizar entre 6 a 12 repetições para cada série. 


Confira abaixo um vídeo do Leandro Twin, profissional referência em assessoria esportiva, abordando o assunto de uma forma mais substancial e detalhada!

Mais Carga ou mais repetições? Qual dá mais resultados? 

Carga, repetições? Qual o segredo?

Podemos concluir então que o segredo para obter melhores resultados é o equilíbrio adequado entre peso, e quantidade de repetições, mas obtendo a falha em cada um de seus exercícios. Esta, confirma que o estímulo realizado foi correto, e que recrutamos de forma eficiente, a atividade muscular até sua exaustão. Lembrando galera que este post trata-se de uma forma de compartilharmos conhecimento com vocês e que o acompanhamento de um profissional é imprescindível para a elaboração de seu treino, seguindo as suas características e objetivos! E não se esqueça de compartilhar conosco a sua opinião e experiência sobre o assunto! 

DICA DO BLOG

A importância dos alimentos no aumento de sua imunidade!

Confira este e-book sensacional!

Confira!
parceiros-fitnessdicas-blogParceiros



Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.


Comentário


Nome

Email

Site